BBC – Learning English

Did you know that besides being the main TV broadcaster in the UK, BBC plays a very important role in the English learning process of hundreds of thousands of students from all around the world?

You can not only use its TV shows to practice and improve your language skills, but also have access to tons of information on grammar, vocabulary, idioms, and much more in their dedicated section – BBC Learning English – on BBC.co.uk.

It’s really amazing! There news reports and interviews, videos, pronunciation tips, Business English articles; and they are all accompanied by definitions and explanations of important terms and comprehension and practice exercises. You can definitely make a lot from this!

None of the services is charged, so you can enjoy all them for free and have a lot of fun! It goes without saying that as it’s BBC (British Broadcasting Corporation), it’s focused on British English, but, even if you are not very fond of it, you should give it a try! It’s absolutely worthwhile!

Cheers,

Teacher Fabio

Portuguese:

Você sabia que além de ser a principal emissora de TV no Reino Unido, a BBC tem um importante papel no processo de aprendizagem de centenas de milhares de estudantes ao redor do mundo todo?

Você não apenas pode usar seus programas de TV para praticar e melhorar sua língua, como também pode ter acesso a uma tonelada de informação sobre gramática, vocabulário, expressões idiomáticas, e muito mais em sua seção dedicada – BBC Learning English – em BBC.com.

É incrível! Há reportagens e entrevistas, vídeos, dicas de pronúncia, artigos sobre inglês para negócios; e todos são acompanhados de definições e explicações de termos importantes e exercícios de compreensão e prática. Você vai tirar muito proveito disto!

Nenhum dos serviços e cobrado, então você pode aproveitar todos eles de graça e se divertir demais! Nem precisa dizer que sendo a BBC (British Broadcasting Corporation), ela é focada em inglês britânico, mas, mesmo que você não seja muito fã dele, você deveria dar uma chance ao site. Vale a pena, sem dúvida!

The Only Three Reasons You Went To Work Today

Right, I’m sure that as soon as you read the title of this post you thought: “hum, because I have to pay my bills!?”.

But, guess what, once again scientists come up with some very interesting discoveries about us, human beings. And it turns out that, of course money is important, but there might be other decisive factors involved in putting you out of bed every morning.

The article The Only Three Reasons Why You Went to Work Today brings the conclusions of some of these researches, which are incredibly well illustrated animation from RSA organization. In addition to that, it’s really worth it taking a look at the comments right below the post; the discussion got pretty intense over there!

By the way, if you haven’t heard of RSA.org before, you must visit their website. In a nutshell, it’s an incredible collection of talks on sociology, politics, psychology, and other mind-blowing issues, all of them animated in a neat way! It’s huge!

Enjoy it!

Cheers,

Teacher Fabio

Portuguese:

Certo, eu tenho certeza que assim que você leu o título deste post você pensou: “hum, porque eu tenho que pagar minhas contas!?”.

Mas, adivinhe só, mais uma vez os cientistas nos aparecem com algumas descobertas bem interessantes sobre nós, seres humanos. E acontece que, claro que dinheiro é importante, mas pode haver outros fatores decisivos envolvidos para tirar você da cama todas as manhãs.

O artigo The Only Three Reasons Why You Went to Work Today traz as conclusões de algumas destas pesquisas, que estão incrivelmente bem ilustradas em uma animação da RSA. Além disto, vale a pena dar uma olhada nos comentários bem abaixo do post; a discussão ficou bem intensa por lá!

Falando nisso, se você ainda não conhecia o RSA.org, você precisa visitar o site deles. Basicamente é uma incrível coleção de palestras sobre sociologia, política, psicologia e outros temas de fritar os neurônios, todos animados em uma forma bacana. É demais!

How Do Hurricanes Get Their Names?

I have been watching many news reports on Hurricane Isaac in the past days and suddenly I was hit by a question: how do hurricanes get their names?

It’s also the eve of Hurricane Katrina’s seventh anniversary, and none of these names made much sense to me. Are they famous people? Is there a particular reason why they have been named after them? Are they simply random choices?

Well, I had too many doubts, so there was only one thing to do: google it! XD And it turns out that this is one of those cases when explanations seem to make less sense than any of the assumptions you had made before. You’ll see it for yourself!

Take a look at How Do Hurricanes Get Their Names?, from MentalFloss.com, and you will understand what I mean. Frankly, I believe this is the kind of information that will be used only at bar table talks, when there are no more topics left! But, you know, in the end, that’s the kind of issue that best fuels small talk, so let’s not underestimated its importance.

Enjoy it!

Cheers,

Teacher Fabio

Portuguese:

Eu tenho assistido diversas reportagens sobre o Furacão Isaac nos últimos dias e de repente me veio uma pergunta: como os furacões recebem seus nomes?

Também é véspera do sétimo aniversário do Furacão Katrina, e nenhum destes nomes fazia muito sentido pra mim. Eles são pessoas famosas? Existe uma razão especial para que os furacões sejam nomeados com referência a eles? São somente escolhas aleatórias?

Bem, eu tinha dúvidas de mais, então havia somente uma coisa a se fazer: procurar no Google! XD E acontece que este é um daqueles casos quando as explicações parecem fazer menos sentido que qualquer uma das suposições que você tinha feito antes. Você verá por si mesmo!

Dê uma olhada em How Do Hurricanes Get Their Names?, do MentalFloss.com, e você entenderá o que quero dizer. Francamente, eu acredito que este é o tipo de informação que será utilizada somente em conversas de mesa de bar, quando não houver mais nenhum tópico sobrando. Mas, você sabe, no final das contas, este é o tipo de assunto que melhor alimenta conversa fiada, então não vamos subestimar sua importância.

Aproveitem!

How to Be a Grammar Nazi

If you are one of those people who love pointing at others’ language mistakes, you are likely to be called a grammar nazi by friends and co-workers. You know, intolerance marked profoundly the history of German, and such harsh approach seems to be appealing to some people when it comes to grammar and language over here as well. But be careful; nazis are not usually welcomed, no matter what issue they are intolerant to.

_

Even if your intentions are good, you should be careful not to put the grammar sinner into a vexatious situation, and in order to do that maybe you should follow some tips to make sure you manage to wipe out the impure language gently.

The article How to Be a Grammar Nazi, shows you the way to get to a position where you’ll be able to view language and grammar in detail, and, also, how to reveal and correct others’ erros without making them get angry at you.

Hail grammar!

Cheers,

Teacher Fabio

Portuguese:

Se você uma daquelas pessoas que adora apontar os erros de gramática dos outros, você pode ser chamado de nazista gramatical pelos seus amigos e colegas de trabalho. Você sabe, a intolerância marcou profundamente a história da Alemanha, e tal postura dolorosa parece ser atraente à algumas pessoas quando se trata de gramática e língua por aqui da mesma forma. Mas tome cuidado; nazistas não são bem-vindos geralmente, não importa a qual questão sejam intolerantes

Mesmo que suas intenções sejam boas, você deve tomar cuidado para não colocar o pecador gramatical em uma situação vexaminosa, e para fazer isso talvez você deva seguir algumas dicas para garantir que você consiga limpar a língua impura gentilmente.

O artigo How to Be a Grammar Nazi, mostra a você o caminho para chegar a uma posição na qual você será capaz de ver a língua e a gramática em detalhes, e, também, como revelar e corrigir os erros dos outros se deixa-los com raiva de você.

Salve a gramática!

Videos Selection

Hoje em dia, a quantidade de vídeos – sem mencionar outros tipos de mídias e materiais – disponíveis na internet é surpreendente. Estamos sem dúvida vivendo em uma época privilegiada, na qual podemos ter acesso a literalmente qualquer tipo de informação.

É uma pena, porém, que, apesar de toda essa abundância e acessibilidade, a maioria das pessoas ainda utilizem a internet quase que tão somente para vegetarem em redes sociais e entreterem-se com conteúdos dignos de Pânico na TV e similares. Afinal, para que cansar os pobres e lindos neurônios, não é mesmo?

Em todo caso, como eu sei que você que está lendo este artigo é diferente, separei uma seleção de videos que, além de serem um desafio para suas habilidades linguísticas na língua inglesa, também poderão servir de fonte de reflexão e inspiração. Isso não deixa de fazer parte do processo de aprendizagem de uma língua, pessoal! 🙂

O primeiro é o 30 Day Challenge, do portal TED.com, no qual Matt Cutts, engenheiro da Google, fala sobre a possibilidade de mudarmos nossos hábitos e colocarmos em prática em nossa rotina coisas que sempre quisemos fazer.

O segundo é um vídeo bem complexo, para realmente colocar a cuca para funcionar. The Secret Powers of Time, do portal TheRSA.org, fala sobre como as novas gerações têm uma dinâmica diferente de pensamento e de relacionamento como o mundo, especialmente devido as novas tecnologias.

E, por último, um standup de Louis CK, On Being White, trata de forma cômica a relação da sociedade com os negros, mas, nem por isso, deixa de ser uma boa forma de estimular a reflexão sobre este assunto sério.

Bom estudos e boa reflexão!

“I think, therefore I am” – René Descartes

Cheers,

Teacher Fabio

5 Standup Clips Guaranteed to Make You Laugh

Entender piadas em inglês não é lá umas das tarefas mais simples. Além da dificuldade normal devido à língua “estranha”, há questões culturais e socias que podem implicar na compreensão da anedota, como referências a eventos históricos ou fatos contemporâneos. Combine isto a um show de standup, com aquele rítmo frenético que os comediantes costumam falar, e você terá a receita perfeita para criar um grande desafio de listening na língua inglesa! 😀

20120531-130423.jpg

Porém, a perseverança pode trazer resultados bastante compensadores. Ao tornar-se capaz de entender este tipo de conteúdo em inglês você entrará em contato com uma linguagem bem atual, e expressões e vocabulário muito úteis para situações informais do dia-a-dia. Além, claro, de poder dar risadas das piadas! Porque é sempre muito chato ser aquele que não entende uma piada e ficar sobrando enquanto os outros riem.

No artigo 5 Standup Clips Guaranteed to Make You Laugh, você encontra uma seleção de vídeos com importantes comediantes americanos, que, de acordo com o título, são fontes garantidas de risadas. Espero que consigam entender bem e confirmem o que eles afirmam!

Boas risadas!

Cheers,

Teacher Fabio

30 sec MBA – FastCompany.com

A FastCompany é uma revista moderna sobre as tendências atuais no mundo dos negócios, inovações no meio corporativo e estratégias para acompanhar as transformações do ambiente de trabalho e de seus profissionais. Vocês podem acessar seu conteúdo pelo site www.fastcompany.com ou, para aqueles que possuam um Ipad, pelo belo aplicativo da revista.

Uma das seções que acho interessante no site é a 30 sec MBA, na qual há uma diversidade de depoimentos, de no máximo 30 segundos, dados por CEOs de grandes empresas, especialistas em gerenciamento de empresas, e outros nomes importantes do contexto de negócios. São mensagens curtas e diretas, porém, sempre de grande valia. E em inglês, of course! 😉

Infelizmente, não foi possível disponibilizar nenhum vídeo diretamente aqui do blog, então visitem o link www.fastcompany.com/mba para darem uma espiada e verem o que o site oferece, ok!

Enjoy!

Cheers,

Teacher Fabio