Reading Pack #4

Every time I have too many good articles to choose from, I end up giving up and simply write a Reading Pack. It’s easier, and everybody enjoys it; truth be told! Rs.

This is Reading Pack #4, and the suggestions I`m giving here today are just awesome!  I wouldn’t miss a single article if I were you!

1)      The first one – Feeling the Pressure to Drink For Work – is an article from The New York Times, sent to me by one of my students, which discusses the relation between drinking and success in our professional life. If you were thinking of going healthy and quit alcohol, you should read this article first and give it some thought!

2)      The second one – 10 Beautiful Words About Love that Don’t Exist in English – presents a list of words that describe our feelings when we are in love, some of which are not possible to express in English, such as “saudade” (Brazilian Portuguese).

3)      And the last one – 11 Weirdly Spelled Words And How They Got That Way – brings a list of interesting explanations about the origins of certain spellings, such as in the words “Wednesday” and “Jeopardy”.

Hope you enjoy them all!

Cheers,

Teacher Fabio

Portuguese:

Toda vez que eu tenho muitos artigos bons para escolher, eu acabo desistindo e simplesmente escrevo um Reading Pack. É mais fácil, e todo mundo gosta; verdade seja dita! Rs.

Este é o Reading Pack #4, e as sugestões que estou dando aqui hoje são demais! Eu não perderia um artigo sequer se fosse você!

1) O primeiro – Feeling the Pressure to Drink For Work – é um artigo do The New York Times, enviado para mim por um dos meus alunos, que discute a relação entre beber e sucesso em nossa vida professional. Se você estava pensando em tornar-se saudável e largar o álcool, você deveria ler este artigo primeiro e pensar um pouco.

2) O segundo – 10 Beautiful Words About Love that Don’t Exist in English – apresenta uma lista de palavras que descrevem nossos sentimentos quando nós estamos apaixonados, alguns dos quais não são possíveis de se expressar em inglês, como “saudade” (português do Brasil).

3) E o ultimo – 11 Weirdly Spelled Words And How They Got That Way – traz uma lista de interessantes explicações sobre as origens de certas grafias, como nas palavras “Wednesday”e “Jeopardy”.

Espero que gostem de todos eles!

Advertisements

How to Be Polite in English

Politeness doesn’t rely solely on the use of “please” and “thank you” when talking to people. In fact, it goes way beyond words. It’s based on a set of cultural aspects and behavioral patterns that can vary in great degree from place to place. It’s very common for travelers who visit foreign countries to regard their people as rude or impolite. But we have to be careful there, because there is no universal model of politeness, and we might jump at unfair conclusions if we don’t take that fact into consideration.


A great video about the differences between
British and American people with regard to politeness.

Learning a language involves so many things besides the language itself, and it’s not different with being polite. In order to get that straight you have to spare some time to look into the target language’s culture to identify the manners, behavior and linguistic tools which are related to politeness there. It’s not just about getting the right expressions; you have to go deeper.

Sometimes you also have to accept that some of the aspects in the politeness set of a certain language can’t be learned, as they are related to concepts that are built into the individuals’ minds every since the early years of their lives. It’s just like your accent. You won’t have a perfect native-like one. Accept it! That’s fine.

However, of course you can make an effort to be – or, at least, sound – nice and kind to people when visiting their country or having them over in yours. How to Be Polite in English can be a good start on that way. It’s been written by an Australian guy who moved to Brazil five years ago and has been teaching English here since then, and it’s very interesting to see some of the examples he gives comparing the two different cultures, his and ours.

In addition to that, in case you would like further information about this topic, I suggest you visit BBC Learning English section on politeness. It’s great stuff!

Enjoy it, fellows!

Cheers,

Teacher Fabio

Portuguese:

Educação não se baseia somente no uso de “por favor” e “obrigado” quando falamos com as pessoas. Na verdade, vai bem além de palavras. Ela está baseada em um cunjunto de aspectos culturais e padrões comportamentais que podem variar em grandemente de um lugar para o outro. É muito comum para viajantes que visitam países extrangeiros considerarem seu povo rude ou mal educado. Mas temos que tomar cuidado, porque não há um modelo universal de educação, e podemos tirar conclusões injustas se não levarmos isto em consideração.

Aprender uma língua envolve muitas coisas além da língua por si só, e não é diferente em relação a ser educado. Para entender isto bem você precisa separar um tempo para analizar a cultura da língua em foco para identificar os modos, comportamento e ferramentas linguísticas que são relacionadas à educação nela. Não é apenas aprender as expressões certas; é preciso ir mais a fundo.

Às vezes, você também precisa aceitar que alguns dos aspectos no configuração de educação de uma determinada língua não pode ser aprendido, uma vez que eles se relacionam a conceitos que são construídos na cabeça dos indivíduos desde os primeiros anos decsuas vidas. É como seu sotaque. Você não terá um sotaque de nativo perfeito. Aceite isto. Não é um problema.

Apesar disto, é claro que você pode fazer um esforço para ser – ou, ao menos, soar – legal e gentil com as pessoas quando visitar o país deles or recepcionando-os no seu. How to Be Polite in English pode ser um bom começo neste sentido. Ele foi escrito por um cara australiano que mudou-se para o Brasil há cinco anos e ensina inglês aqui desde então, e é muito interessante ver alguns dos exemplos que ele dá comparando as duas culturas diferentes, a dele e a nossa.

Além disto, caso você queira mais informações sobre este tópico, eu sugiro que você visite BBC Learning English section on politeness. Ótimo conteúdo!

Reading Pack #3 – Sugestões de Artigos

A seleção de artigos para esta edição do Reading Pack é bem variada, como de costume. Assim, não tem como dar a desculpa de que não há nada interessante. Bem, pelo menos esta é a intenção! Espero que gostem!

1) The Founder of Mother’s Day Later Fought to Have it Abolished: além de aprender a origem desta data importante, há o curioso fato de sua fundadora tentar aboli-la posteriormente!

2) 6 Things on Your LinkedIn Profile That Shouldn’t Be on Your Resume: nem tudo o que você coloca na internet precisa – e deve – ser colocado em seu currículo. Descubra quais são essas informações!

3) Gestures Fulfill a Big Role in Language: se você quer falar bem e ser entendido com maior facilidade, talvez seja bom dar atenção a maneira que você utiliza gestos na comunicação. Saiba como usá-los a seu favor!

Muito bem, agora é só escolher o seu e devorá-lo! Enjoy your meal¹! Hehe

Vocabulary:
¹Enjoy your meal: similiar à “bom apetite!”.

Cheers,

Teacher Fabio

Reading Pack #1 – Sugestões de Artigos

Bem, o título deste posta já diz tudo, não tem como escrever muito. É um Reading Pack. Um Pack de Readings. Rs

20120424-164527.jpg

Aqui vão algumas sugestões de coisas interessantes que li na última semana. Escolham o que mais lhes apetecer e boa leitura! 😀

1) Are language cops losing war against ‘wrongly’ used words?: toda língua é um organismo fluido e mutável, mas nem todos concordam com esta afirmação. O que fazer quando os falantes começam a “deturpar” o significado ou aplicação dos termos de uma língua? Há, no final das contas, algo de errado nisto?

2) Earth Day Legacy: 25 Words that Changed the World: juntamente com novos tempos vêm novas palavras, e vice-versa. Descubra algumas palavras modernas extremamente representativas no mundo moderno!

3) Email gaffe leaves 1,300 Aviva staff wondering if they’d just been fired: se o poder das palavras já pode ser devastador quando direcionado à pessoa correta, imagine a confusão que não podem causar quando enviadas para a pessoa errada, por engano. Ainda mais quando trata-se de uma mensagem de demissão!

Bem, ficam as dicas! Enjoy!

Cheers,

Teacher Fabio

Reading Pack #2 – Sugestões de Artigos

Selecionei alguns artigos que estive lendo e usando em aulas nos últimos dias para colocar aqui e, assim, todos poderem desfrutá-los alegremente. Sim, estou sendo um pouco irônico, pois sei quão resistentes muitos de vocês são à leitura de textos autênticos da língua inglesa. Eu sei que no começo é uma tarefa meio árdua, porém, acreditem, se insistirem, com força de vontade e determinação, vocês passarão essa dolorosa primeira fase e colherão ótimos frutos. É como aquela primeira fase de idas à academia, que, inicialmente, só causam dores e dão em nós uma vontade enorme de desistir. Aqueles que não fraquejam diante destes primeiros obstáculos, sabem o quanto vale a pena a perseverança – em ambos os casos.

Por isso, ergam as mangas e vamos lá!

O primeiro artigo, intitulado The 10 Rules of Packing, é ideal para aqueles que frequentemente têm que encarar viagens a trabalho, no Brasil ou internacionalmente. O texto traz algumas dicas úteis para economizar espaço na bagagem, organizar-se melhor e, consequentemente, viajar com mais tranquilidade e conforto. Para as mulheres, que geralmente levam o guarda-roupa todo em viagens, há sugestões valiosas!

O segundo, Your Desk Job Makes you Fat, Sick and Dead, mostra como as mudanças no estilo de trabalho nos escritórios e empresas pode ser danosos à saúde dos funcionários. Com cada vez menos atividade física nas tarefas desenvolvidas no trabalho, é preciso adotar algumas estratégias para recuperar o “exercício perdido” e garantir que sua saúde não pague pelo prejuízo no final das contas. O artigo conta com um infográfico bem interessante para ilustrar os dados abordados.

Já o terceiro, e último, é para aqueles  que estão pensando em fazer uma viagem a Londres, mas estão short of money¹. How to Enjoy London on $100 a Day dá dicas de como conhecer esta maravilhosa cidade da Inglaterra sem gastar muito. A fórmula, no geral, é bem conhecida pelos backpackers², mas, mesmo estes, podem tirar proveito do que é sugerido na matéria. Depois é só juntar as moedinhas, fazer as malas e pé na estrada!

Boa sorte com as leituras! E, lembrem-se, nessas horas o melhor amigo é um bom dicionário para auxiliá-los na leitura. DI-CIO-NÁ-RIO, viu! Nada desses tradutores eletrônicos medonhos! Rs

Vocabulary:
¹ short of
money: curto de grana; sem muito dinheiro.
² backpackers: mochileiros; pessoas que viajam gastando bem pouco.  

Cheers,

Teacher Fabio