Zombie Nouns

Have you ever heard of “zombie nouns”? No, they are not dead words that have come back to life after a period regarded as old-fashioned. In fact, zombie nouns are simply nominalizations of verbs or adjectives, very common practice in pompous legal papers and formal business correspondence. You could take, for example, proliferate and turn it into proliferation; and that’s it. There it is a zombie noun!

So what is it with these nouns? Well, they might look like ordinary nouns, but there is something odd about them because they are usually used to replace personal subjects in sentences and it seems to be causing an impersonalization of communication.

Uh… “So what?”, right?

Well, I won’t give you the answer to that. However, if you read the article Nominalizations Are Zombie Nouns you will understand why I bothered to write about this topic here. According to the author this phenomenon should be observed and sometimes avoided, for the sake of good communication. So if you don’t want to fall into this mistake, check it out and then blow out some zombies’ heads when communicating, ok!

Enjoy it!

Cheers,

Teacher Fabio

Portuguese:

Você já ouviu falar em “zombie nouns”? Não, eles não são palavras que voltaram à vida depois de um período consideradas como fora de moda. Na verdade, substantivos zumbis são simplesmente substantivações de verbos ou adjetivos, prática muito comum em documentos pomposos legais e correspondência formal de negócios. Você poderia pegar, por exemplo, proliferar e transformar em proliferação; e pronto. Aí está um substantivo zumbi.

Então, o que há com esses substantivos? Bem, eles podem parecer substantivos comuns, mas há algo de peculiar sobre eles porque são geralmente usados para substituir sujeitos pessoais em sentenças e isto parece estar causando uma comunicação impessoal. 

Hum… “E daí?”, certo?

Bem, eu não vou te dar a resposta para isto. Porém, se você ler o artigo Nominalizations Are Zombie Nouns você entenderá porque eu me dei ao trabalho de escrever sobre este tópico aqui. De acordo com o autor este fenômeno deve ser observado e às vezes evitado, pelo bem da boa comunicação. Então, se você não quer cometer o mesmo este erro, dê uma olhada e estoure algumas cabeças de zumbis quando se comunicar, ok!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s