I mean…

No inglês também há vícios de linguagem, como nosso “tipo” e ” né”. Aquelas palavras que não servem para nada, mas teimam em aparecer em nossas conversas, argumentações e até apresentações de trabalho. O problema é que algumas pessoas perdem o controle e começam a usá-las em quase todas as frases, né? Tipo, um “né” aqui e um “tipo” ali até vai, mas não toda hora, né?! Rs

20120515-125922.jpg

Em inglês não é diferente. Os termos “like” e “I mean”, por exemplo, são usados comumente no meio das frases como fragmentos que não significam algo essencialmente. Na verdade, só sinalizam uma pausa na fala, geralmente para que a pessoas possa pensar um pouco antes de seguir. Às vezes fica até difícil saber se estas palavras estão sendo usadas no seu sentido literal ou nesta aplicação alternativa. Vejam o exemplo abaixo:

You know, like… I mean, I like you. Do you know what I mean? I mean it!

Como traduzir isso, não é mesmo?

No artigo I mean, do portal Neatorama.com, o autor fala um pouco mais desta invasão do I mean na língua inglesa. Para ilustrar a questão o mesmo faz um uso exagerado do termo, o que deixa o texto bem interessante para dar uma estudada. Deem uma olhada!

Cheers,

Teacher Fabio

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s